# Dia da Criança, sorrisos, brincadeira e alegria

Voltar

# Dia da Criança, sorrisos, brincadeira e alegria

dia da criança

O Dia da Criança é comemorado mundialmente com base no merecimento de reconhecer às crianças de todo o mundo a alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, afeto, amor e compreensão, proteção contra todas as formas de exploração, assim como crescer num ambiente de Paz Universal. Tudo isto independentemente da raça, sexo, cor, religião, género e origem.

Permitir à criança viver em pleno a sua genuinidade, a sua inocência, a sua felicidade simplificada e despreocupada, deveria estar sempre acima de todo e qualquer conflito, dificuldade, ou interesses mundiais. É nesta forma de estar e viver que a DeBORLA seleciona uma coleção de artigos que permitem à criança explorar o melhor de si e manter a sua criatividade natural nos padrões da sua inocência, promovendo o lado lúdico e instrutivo do seu crescimento.

Brincar faz parte de crescer. Brincar em Paz, em harmonia familiar e educativa é já uma forma de alimentar um futuro adulto mentalmente saudável.

Puzzles simples e 3D, livros de histórias para colorir com canetas de feltro e lápis de cor, jogos diversos que exploram o divertimento o raciocínio, a memória ou a simples delicia de rir e da diversão, plasticinas, paletas, pincéis e tintas, entre aguarelas e guaches, estimulando a criatividade a exploração artística da criança, são alguns dos artigos selecionados pela DeBORLA para promover a essência dos seus filhos, sobrinhos, netos, que se querem felizes, saudáveis e divertidos.

Fugindo da atual tendência tecnológica, que comprovadamente gera isolamento, falta de socialização e distúrbios de atenção, nesta seleção para o Dia da Criança conseguimos aproximar as crianças entre si, com momentos lúdicos genuínos, acompanhados daquilo que uma criança deve melhor saber fazer: sorrir!

O Dia da Criança deve funcionar apenas como um memorando recordatório dos seus direitos estabelecidos, numa primeira fase em 1950 com a “Declaração dos Direitos da Criança”. Uma curta lista de 10 princípios básicos que assegurariam uma vida digna e feliz. Mas sendo a criança merecedora de muito mais, em 1989 foi promulgada a Convenção sobre os Direitos da Criança, com 54 direitos universais sobre as crianças, tão óbvia quanto impactante, que no ano seguinte se torna lei internacional.

Que esta convenção seja não apenas um documento escrito e uma mera referência politica, mas sim uma implementação e respeito pelos Direitos da Criança, assegurando a sua integridade e natureza, pela fase mais mágica da vida de cada ser humano: a infância. Respeite-se o sorriso genuíno e que jamais tem preço: o de uma criança.

# Dia da Criança, sorrisos, brincadeira e alegria

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *